sexta-feira, 9 de abril de 2010

A CHUVA


A chuva cai e com ela vem a dor de saber que não sou amada por niguem .
Estou só .
Solidão.
Sozinha .
Mesmo assim a chuva cai, ela não espera por niguem . Fica mas forte a cada segundo, eu fico mas fraca a cada menitu .
Com ela em o frio e o silencio não reina mas aqui .
Asiim é a vida .
O siclo divino .
A esperança que não morre .
A luta do dia-a-dia, é asiim .
Nuca vai mudar.
E agora a chuva fica fraca a cada segundo, e eu forte a cada minuto .

Nenhum comentário:

Postar um comentário